sábado, novembro 06, 2010


Voltar no tempo

2


Queria poder voltar a ser criança .
Ter de novo aquela inocência ;
poder passar o dia brincado sem se preocupar com nada ,
achar que na vida as únicas pessoas malvadas eram aquelas dos filmes ,
queria poder ter de novo aquelas conversas bobas e sem malicias ,
poder achar que com um simples 1,00 real poderia comprar o mundo ,
poder voltar àquelas viajem em família que você achava o máxim,
queria poder voltar naquele tempo que você adorava sair com a sua mãe para ir para o shopping fazer compras ,
queria poder acreditar no papai Noel ,
no príncipe encantado e na fada dos dentes de novo ,
queria poder sair por ai correndo , gritando, pulando,
sem me preocupar o que as pessoas estão achando ou se aquele “gatinho” esta olhando ,
queria poder tomar mais um daqueles banhos de chuva que pareciam que tinham o poder de limpar a alma ,
queria ter poder ter só mais uma vez aquele brilho no olhar quando simplesmente acordar para mais um dia de brincadeira e de faz de conta ...
só queria poder voltar a ser criança , onde o mundo parecia ser colorido como em um conto de fadas e como a vida era tão mais simples
(Luana Dantas)

Comentários e sugestões serão sempre bem vindos !

2 comentários:

Nicelle Almeida disse...

Ah, acho que todo mundo se sente assim um dia, com vontade de voltar a inocencia, de voltar a ver beleza e alegria em tudo, assim como uma criança. Mas, crescer faz parte, n tem como fugir deste ciclo e tb tem suas vantagens
Um beijão, querida. Adorei o seu texto e o seu blog. Aproveitei e estou te seguindo. Me visita e me segue tb, ficarei mto feliz.
www.nicellealmeida.blogspot.com

Wady Ster disse...

As coisas são inevitáveis de se acontecer, pois o tempo não para. Os anos correm cada vez mais rápido e ficam somente as lembranças, dias perdidos nunca serão recuperados, aproveitar mais cada um deles é mais do que um dilema, é um dever. o importante é emoções se vier, para que cada cada ação e cada momento tenha um toque especial de lembrança.
"Não importa se chorei ou se sorri, o importante é que emoções eu vivi" (Roberto Carlos)

Postar um comentário